Geração Z.

4 dicas para se conectar, de verdade, com as crianças da chamada era tecnológica.

Não é de hoje que o comportamento da geração que chegou depois de 2010 aqui na Terra, têm intrigado os habitantes que aqui estão há mais tempo. A Geração Alpha ou Geração Y, como são chamadas as crianças com menos de 10 anos, possuem uma relação muito forte com a tecnologia, sendo estimuladas o tempo todo a se entreterem apenas com smartphones e tablets.

Os comentários entre os adultos são sempre os mesmos, basta interagir em uma roda de pais de crianças que você escuta “hoje em dia as crianças já nascem com o celular na mão”, “é o dia inteiro no video-game”, “só para de chorar quando dou o celular”.

Mostrar para as crianças a importância das conexões para além do virtual tem sido o grande desafio dos adultos que experimentaram a vida sem toda essa tecnologia. Eles viveram muito tempo sem mensagens instantâneas nem redes sociais. Ele ainda lembram quando a internet era discada e só dava para usar no sábado e domingo.

De fato a tecnologia mudou, e muito, o comportamento não só das crianças, mas da sociedade como um todo. E o que antes era brincadeira de quintal, leitura de histórias e conversa com os pais agora se resume em interação via smartphone e diversão apenas por meio de jogos online.

Por isso, no Blog de hoje trouxemos quatro dicas que vão resgatar a arte de se conectar com as crianças.

Confira:

(1) Promova gincanas entre as crianças.
Se você tiver espaço no quintal ou no jardim, esconda objetos e vá dando pistas para as crianças encontrá-los.
É como uma caça ao tesouro e vale até pensar numa recompensa no final. Na falta de um quintal espaçoso, use os cômodos da casa para a brincadeira, tomando cuidado com a mobília e com objetos que se quebram facilmente.

(2) Construa um balanço.
Dá para pendurar na árvore ou até mesmo num pedaço de telhado que fique à mostra. Você só precisa de um pneu velho e de um pedaço de corda reforçado para conseguir montar o brinquedo favorito das crianças nos parquinhos.

(3) Incentive a criatividade.
Que tal personalizar uma blusa? É só separar uma peça e soltar a criatividade usando tinta para tecido, purpurina, retalhos e botões. Ela pode virar o uniforme da brincadeira nas férias ou até servir como presente para alguém especial, feito à mão, com carinho. E, claro, façam isso juntos.

(4) Leia histórias.
Se sua criança ainda não aprendeu a ler, experimente ler um bom livro de história infantil minutos antes dela pegar do sono. Fazendo isso, além de se conectar profundamente com o seu pequeno naquele momento, você cria memórias boas que ele ou ela, poderão lembrar-se até quando estiverem bem mais velhos.

Gostaram das dicas? Então aproveitem a chegada das férias para começar, amanhã mesmo, a colocar em prática a brincadeira com as crianças de sua vida, seja filho, sobrinho, irmão, primo ou netinho. E, assim, mostrá-las o real significado da conexão.

Vocês também podem curtir os passatempos e as aventuras do Guto e das Fadas Vita, Teca e Leitícia no mundo encantado de Trevópolis. Basta acessar o nosso site da TREVINHO KIDS.

Bem-Estar social.

No Dia Internacional da Síndrome de Down, criamos um conteúdo para conscientização de todos sobre o Bem-Estar coletivo. Confira.

Bem-Estar da Mulher

A Importância do Bem-Estar na rotina das mulheres.

Carnaval para crianças.

Carnaval e crianças? Confira os cuidados essenciais para se ter ao levar os pequenos para a folia.